Palpébras e neblina

Julho 16, 2007

                     kandinskycomposicionvii1.jpg

“I could kill you sure
But I could only make you cry with these words” – Belle e Sebastian 

Não sei porque, mas sempre tenho vontade de escrever nos momentos em que estou triste; deve ser uma espécie de desabafo, uma maneira mais fácil de lidar com os problemas. Mas o mais engraçado é que nesses momentos o mundo parece tão turbulento que eu mal consigo sentar em frente ao computador e teclar meia dúzia de palavras no Word. Por outro lado, quando as coisas estão muito bem, obrigada, mesmo a “falta de necessidade” em externar sentimentos não impede que eu grite aos quatro ventos as coisas boas que andam acontecendo.É, nunca te disseram que “depois da tempestade vem a bonança”?! Quando você tá todo molhado com a água da chuva, passando frio e sem ver nada em frente, fica meio difícil mesmo de acreditar nessa tal de ‘bonança’; mas quando o sol começa a nascer, secar o chão e esquentar seu corpo, você percebe como reclamamos por nada e como as coisas podem ser realmente maravilhosas. São problemas que se resolvem por si só, pessoas que surgem do nada, oportunidades que de tão incríveis são até surreais. Éeeee minha gente, maré boa tem de ser aproveitada!Por falar em maré boa, Maycon está a um passo de lançar seu livro; seu esforço será recompensado meu amigo. Pode ter certeza. E acredito que nada do que eu escreva aqui externará o quanto torço por você.Bem, esses dias, entre as idas e vindas da faculdade, e tudo mais, ressuscitei umas musiquinhas de belle e sebastian; e sabe uma que não sai da minha cabeça?! “Play me a song to set me free”; será que se aproxima a libertação das mazelas passadas e a esperança que todo ano novo traz???? Nossa, seria ótimo não! Porque, sendo o resultado bom (tomara!), ou não tão bom…. teríamos novos assuntos nesse blog!!

Anúncios